Fechamento Agosto 2017 (R$66.137,17)

Olá colegas do blog,

Esse é meu primeiro fechamento de mês, como antes não fazia um controle tão preciso dos investimentos, vou acompanhar a partir de agora a evolução patrimonial mensalmente, já tenho ai um grande benefício pessoal do blog, me motivar a acompanhar de perto minha evolução patrimonial.

Sem mais delongas, vamos ao que de fato importa.

Aporte: R$8.340,00

Rendimento: Ações 5,58%  X  7,46% IBOVESPA
                   
                       FII: -0,82%    X   0,87% IFIX.

Dividendos: R$120,38

Esse mês minhas aplicações em renda variável ficaram abaixo dos seus índices, mas estou satisfeito, com a bolsa esticada do jeito que está poderia ter rendido mais, no entanto fiz uma aplicação totalmente errada em TPIS3 que comprometeu o rendimento. Esse foi um dos meus erros de iniciantes na bolsa, o qual não cometerei mais, achar que vou lucrar rápido com especulação, apesar de ter lido muito sobre isso antes de começar a investir na bolsa, a tentação foi grande e a lição aprendida. Vou esperar ela retornar pelo menos próximo ao valor que investi pra me desfazer, sei que é outro erro, pois orientam a nos desfazer e recuperar em outro ativo rentável. Mais um erro que eu posso tá cometendo, mas bora ver no que vai dá. O prazo dela é até o fim do mês, senão vou sair com o prejuízo que tiver mesmo e recuperar mais na frente.

Dividendos  de ações e fii foram modestos ainda, mas é natural, estou no começo da caminhada. Paciência para esperar os dividendos polpudos.

Abaixo minha divisão momentânea da carteira de ações e FII. Pretendo fechar minha carteira de ações com 10 a 12 ativos. Vou tirar TPIS3, os restantes enquanto não mudar os fundamentos, permanecerão. Pé atrás um pouco mais com SAPR4, afinal, tem o dedo podre do Estado e, portanto pouco mais imprevisível. Já no âmbito das FII, devo adicionar talvez mais dois FII, um de lajes comerciais e um logístico, mas confesso que o intuito agora é aportar mais em ações, penso no FII em uma fase mais madura dos meus investimentos, para quando quiser obter mais retorno, por enquanto o objetivo é acumular mais e mais.









Percebe-se que a evolução patrimonial teve um "boom" no início desse ano, pois assumi  mais uma escala de plantão, agora são três escalas e não tenho tempo para quase nada. Mas logo voltarei as habituais duas escalas, pois um contrato vencerá em setembro. Então, terei só mais um mês de aportes volumosos, depois deve se estabilizar por volta de R$2.000, exceto em dezembro, com 13º salário, vamos aportar com afinco em dezembro.Esse mês consegui um aporte ainda maior devido uma bonificação extra no trabalho, em setembro já reduzirá e em outubro mais ainda. Vida que segue




No ramo da vida pessoal, mais um mês que trabalhei bastante, mas bora aproveitar pra acumular. Nos estudos, pouca atenção, li alguns trechos de livros profissionais, mas sem muito aprofundamento. Agora em setembro, inicio os preparativos para uma prova de mestrado, bora ver no que vai dá. Atividade física permanece quase nula, mas em outubro volto para academia ou corrida ou natação. Tenho o joelho lesionado jogando futebol, isso limita esse meu principal hobby e atividade física, mesmo após cirurgia e reabilitação, tenho medo de me machucar de novo e passar por tudo novamente, sei que os riscos são maiiores, por isso melhor evitar.

Setembro chegando e novos aportes vem ai, estou pensando em reduzir o tempo para chegar a casa dos 6 digitos, tava programado para ate meio do ano, com uma visão conservadora, mas se for arrojado e otimista pode ser que no meu aniversario (fevereiro) já me dê de presente essa marca. Bora lá.

E vocês? O que acharam da minha carteira?

Abraços a todos e deixem seus comentários

                

Um comentário: